SEC realiza live sobre Educação de Jovens e Adultos (EJA) nesta quarta-feira (15)

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, nesta quarta-feira (15), às 17h30, uma live sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA), no Canal da Educação Bahia do Youtube. A atividade marca a conclusão do módulo 1 da formação Ampliando Universos pela Educação de Jovens e Adultos (AUEJA), que está sendo promovida pela SEC em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A formação é direcionada para 2.500 educadores da EJA, entre professores, coordenadores pedagógicos e gestores, na modalidade de Educação à Distância, com carga horária de 120 horas, dividida em cinco módulos – sendo que o primeiro foi iniciado em agosto.

A coordenadora da EJA, Isadora Sampaio, destaca a importância da formação para jovens e adultos. “Este é um momento histórico para a EJA, que inicia uma nova fase de formação, de forma integrada, moderna, conectada com o século 21, trabalhando na perspectiva da inclusão digital, da ciência, da cultura, com vistas no aprimoramento de saberes, técnicas e do exercício do fazer pedagógico. Os sujeitos da EJA são indígenas, do campo, quilombolas, com necessidades e deficiências específicas e, por isso, trabalhamos com eles de forma interdisciplinar e integrada, levando em conta a diversidade e pluralidade de cada um”.

Sobre a EJA – A Educação de Jovens e Adultos (EJA) se constitui em uma modalidade da Educação Básica inserida nas políticas públicas nacionais, com o objetivo de assegurar aos jovens, adultos e idosos o direito à educação de qualidade, considerando a especificidade do seu tempo humano. Com uma metodologia diferenciada, a EJA apresenta uma proposta pedagógica pautada em eixos temáticos e temas geradores que dialogam com os diversos componentes curriculares da Educação Básica e os saberes adquiridos pelos estudantes na sua vivência. Estão matriculados na EJA 150.521 estudantes, nas suas diferentes ofertas (PROEJA, Tempo de Aprender, Tempo Juvenil e Tempo Formativo).

Estudantes concluintes do Ensino Médio de 2020 realizam exames de certificação da CPA

Os estudantes do Ensino Médio concluintes de 2020 da rede estadual de ensino já estão realizando os exames de certificação por meio das Comissão Permanente de Avaliação (CPA). As provas, que começaram a ser aplicadas em quatro fases, no dia 6 de setembro, seguem até o dia 28 de outubro, conforme o calendário divulgado através da Portaria SEC nº 1142/2021, publicada no Diário Oficial, e que pode ser conferido no endereço https://bit.ly/2Uxdrhn.
As provas estão sendo realizadas nas unidades escolares certificadoras, as quais as CPAs estão vinculadas (ver lista no anexo III da portaria no endereço https://bit.ly/2Uxdrhn ) e devidamente autorizadas pelo Conselho Estadual de Educação (CEE). Os candidatos inscritos no mês de março de 2020, cuja aplicação do exame foi suspensa em virtude da pandemia da Covid-19, já realizaram os exames de certificação entre os dias 9 de agosto a 3 de setembro. A estudante Ana Caroline Pinho, 20, 3º ano, do Colégio Estadual Eduardo Bahiana, em Salvador, realizou, nesta segunda-feira (13), a prova da área de linguagem, no Colégio Estadual Governador Roberto Santos. As provas das demais áreas serão aplicadas ao longo da semana. “Esta é uma boa oportunidade de finalizar os meus estudos e receber o certificado de conclusão, pois muitas empresas exigem este documento no momento da contratação e eu estou em busca de emprego. Gostei muito da avaliação de hoje”, afirmou.
Quem também fez prova de Linguagens no mesmo colégio foi a estudante Michelle Santos, 20, 3º ano, do Colégio Estadual Democrático Jutahy Magalhães, localizado na Ilha de Itaparica. “A prova de hoje foi realizada de forma tranquila e segura. Quero concluir as outras provas, ser aprovada e receber logo o meu certificado, pois pretendo fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), cursar faculdade de Direito e, também, conseguir um emprego. Por isso, esta certificação é importante”, revelou.
O vice-diretor do Colégio Estadual Governador Roberto Santos, José Domingos de Oliveira Neto, falou da importância da certificação. “Os exames de certificação através da CPA são de extrema importância para a regularização dos estudos e certificações. Os candidatos que buscam essa modalidade têm por objetivo obter uma colocação no mercado de trabalho ou a matricula em instituições de Ensino Superior”, destacou.

Foto: Divulgação

SEC promove encontro de avaliação e planejamento com gestores dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE)

A Secretaria da Educação do Estado promove, nesta sexta e no sábado (10 e 11), um encontro com gestores dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), no Instituto Anísio Teixeira, em Salvador. O objetivo é avaliar a segunda fase do ano letivo continuum 2020/21, iniciada no dia 26 de julho, com o ensino semipresencial e a execução de programas e projetos estratégicos que estão sendo desenvolvidos pela Secretaria, com foco na aprendizagem, na assistência estudantil e na melhoria da infraestrutura das escolas.
O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância do encontro. “Estamos em um momento de muitos investimentos na Educação, seja no pedagógico, na infraestrutura ou na assistência estudantil, com programas como o Bolsa Presença, o Mais Estudo e o Educar para Trabalhar, que estão ancorados no Programa Estado Solidário. Para se ter uma ideia, são mais de R$ 500 milhões destinados à assistência estudantil e mais de R$ 1 bilhão em obras. A Secretaria está focada na execução orçamentária qualificada, para que todos os recursos cheguem com excelência na ponta, beneficiando as escolas, os estudantes, os educadores e a sociedade como um todo”, afirmou.
Neste primeiro dia do encontro, a pauta inclui a apresentação do planejamento de modernização da rede física escolar, com manutenção e modernização de prédios existentes e novas construções de unidades escolares e dos Complexos Poliesportivos Educacionais; e investimentos nos recursos humanos, mediante contratação de professores das diferentes modalidades da Educação Básica e de profissionais do Programa de Valorização e Atenção à Saúde do Professor.
A programação do primeiro dia do encontro envolve, ainda, um balanço e projeção sobre os programas Bolsa Presença, Educar para Trabalhar e Vale-alimentação Estudantil e a Conferência de Educação: participação e protagonismo dos NTE, com a participação da professora Alessandra Assis, representante do Fórum Estadual de Educação. No sábado, a programação irá abordar temáticas como o Programa Conexões; o Programa Retorno Seguro; Tecnologia na Escola; e o Programa Dignidade Menstrual, com a participação da secretária de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira.
A diretora do NTE de Senhor do Bonfim (NTE 25), Ana Raquel Alves Conceição, destacou que os encontros presenciais com os gestores do órgão central são fundamentais para respaldar o trabalho dos NTE. “Este contato presencial é imprescindível para estreitar os laços entre a SEC e as escolas, principalmente neste momento em que o governo estadual está disponibilizando recursos através de diversos programas e ações desenvolvidas. Quero ressaltar, entre outros, o programa PRES, que garante os recursos necessários para proporcionar uma escola segura para os nossos alunos, neste período de pandemia”.

Fotos: Divulgação/SECBA

Estado realiza quinto crédito do programa Bolsa Presença, nesta sexta-feira (10)

O governo do Estado efetua, nesta sexta-feira (10), mais um crédito do Programa Bolsa Presença. Esta será a quinta das seis parcelas previstas pelo programa que beneficia famílias de estudantes da rede estadual de ensino, em condição de vulnerabilidade socioeconômica e com cadastro no CadÚnico. Cada família recebe um crédito de R$ 150 por mês. Ao todo, o programa deve alcançar 311 mil famílias, de 357 mil estudantes, totalizando R$ 280 milhões de investimento com recursos próprios do Estado.
O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, enfatizou que o Bolsa Presença faz parte do Programa Estado Solidário e tem a finalidade de promover a permanência dos estudantes na escola. “O programa Bolsa Presença é uma política pública que dialoga diretamente com a família, no enfretamento da vulnerabilidade socioeconômica, e que contribui para evitar que o estudante abandone a escola para trabalhar. Consequentemente, a iniciativa também é importante para que haja uma relação mais próxima entre a escola, a família e as comunidades”, afirmou.
A concessão do benefício está vinculada à assiduidade nas aulas ministradas pela unidade escolar em que o aluno esteja matriculado; à participação obrigatória dos estudantes nas avaliações de aprendizagem promovidas pela unidade escolar, visando orientar o acompanhamento pedagógico; e à manutenção dos dados cadastrais atualizados na unidade escolar e de sua família no CadÚnico.

Foto: Ilustrativa

Escolas estaduais selecionam novos monitores do programa Mais Estudo até o dia 10 de setembro

As escolas da rede estadual de ensino realizam, até o dia 10 de setembro, uma nova seleção para os estudantes que desejam participar como monitores de Matemática e Língua Portuguesa do programa Mais Estudo. O preenchimento das vagas deve ser feito pelo gestor escolar ou coordenador pedagógico, no Sistema de Gestão do Mais Estudo, através do endereço www.educacaobahia.com.br, por meio de login e senha pessoal. O início da monitoria para os novos participantes será no dia 13 de setembro.

Podem ser selecionados os estudantes que tiverem média igual ou superior a oito nos respectivos componentes curriculares, nas duas primeiras unidades de 2021. Nas turmas onde não houver estudantes com esse resultado ou estes não tiverem interesse, podem participar os que alcançaram média igual ou superior a sete. Como incentivo à ação de monitoria, os estudantes recebem uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100 por mês. Mais informações podem ser encontradas na Portaria n° 1330/202, disponível no endereço https://bit.ly/2WuIQBI.

Sobre o programa – O Mais Estudo tem o objetivo de apoiar as aprendizagens dos estudantes, por meio de atividades de reforço escolar com alunos monitores nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática, além da inserção de ações voltadas à Educação Científica para estudantes do 8° e 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª série do Ensino Médio da rede estadual de ensino. Em 2021, estão sendo ofertadas 52 mil vagas no programa com recursos da ordem de R$ 10 milhões. No momento, mais de 161 mil estudantes estão recebendo a monitoria na rede estadual.

Foto: Ilustrativa

Inscrições para a etapa territorial do 7º Concurso de Vídeos Educativos da SEC terminam nesta sexta (3)

Terminam nesta sexta-feira (3) as inscrições para o 7º Concurso de Vídeos Educativos “Saúde na escola: promovendo educação para a saúde”, voltado a estudantes da rede estadual de ensino. Realizado pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), o concurso tem como tema, este ano, “O protagonismo estudantil contra o novo Coronavírus – cuidando de si e dos outros em tempos de pandemia”. Cada escola pode enviar o vídeo selecionado na etapa escolar até o dia 24 de setembro para o Núcleo Territorial de Educação (NTE) ao qual está vinculada.
>> O edital e outras informações podem ser checadas no endereço http://escolas.educacao.ba.gov.br/concursodevideos.
Os estudantes deverão enviar os vídeos para os professores orientadores de suas respectivas unidades escolares. Em formato de curta-metragem, os vídeos deverão ser produzidos por alunos regularmente matriculados nos ensinos Fundamental e/ou Médio e cada escola selecionará um vídeo a ser enviado para a fase territorial. A proposta da SEC é que a iniciativa contribuirá para uma escola compromissada com as várias funções sociais e políticas que devem ser assumidas junto à sociedade, como valorização da vida, formação integral e exercício da cidadania.
O coordenador de Educação Ambiental e Saúde da SEC, Fabio Barbosa, fala sobre a importância do concurso “Trata-se de uma ação pedagógica importante neste momento de enfrentamento da crise sanitária, causada pela pandemia do novo Coronavírus. Por meio de um trabalho de conscientização, como uma estratégia pedagógica nas atividades escolares durante o continuum curricular, o concurso visa contribuir no fortalecimento da cultura do cuidado com o outro e do protagonismo estudantil”, destacou.
A etapa territorial ocorrerá em cada NTE no período de 28 de setembro a 15 de outubro e cada Núcleo constituirá uma comissão julgadora, composta por técnicos pedagógicos, professores, gestores, coordenadores e/ou profissionais que desenvolvem atividades com a temática. A etapa estadual, por sua vez, ocorrerá nos dias 9, 10 e 11 de novembro e a etapa votação popular, que é a última, acontece de 18 de novembro a 3 de dezembro. O resultado final será divulgado no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), no dia 6 de dezembro e a premiação final se dará até 22 de dezembro.

Foto: Ilustrativa  / ASCOMSEC

Em live, SEC e SESAB lançam série de ações para a campanha Setembro Amarelo nesta quarta-feira (1º)

A campanha Setembro Amarelo, que este ano tem como tema “Conversando sobre a vida”, será lançada nesta quarta-feira (1º), às 17h30, com transmissão ao vivo na TV Educa Bahia e no canal do Instituto Anísio Teixeira (IAT) no Youtube (https://bit.ly/3zxztiZ). A ação está relacionada ao 10 de setembro, data escolhida mundialmente como o Dia da Prevenção ao Suicídio, e tem à frente as secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), além do Fórum Pensar Saúde. As atividades serão voltadas à rede estadual de ensino e aos servidores da Educação e da Saúde. A abertura contará com o médico, terapeuta e educador Feizi Milani, com a palestra “Como está a sua alegria de viver?”.
Os conteúdos do Setembro Amarelo buscam conscientizar sobre os sintomas e os fatores de riscos; desconstruir mitos e a importância do gerenciamento do autocuidado e alegria de viver. Esta é uma questão de saúde pública da maior gravidade e não menos delicada a ser enfrentada.  São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de um milhão no mundo. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais, estando em primeiro lugar a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias.  
Com o objetivo de prevenir e reduzir estes números, a campanha Setembro Amarelo cresceu no Brasil inteiro, levando-se em conta que a melhor forma de enfrentar o problema é conversar sobre o assunto. Por isso, a SEC, SESAB e o Fórum Pensar Saúde estão mais uma vez juntos nesta ação de prevenção. Assim, durante o Setembro Amarelo, lives e oficinas (presenciais e on-line), com a presença de psicólogos, assistentes sociais e equipe multidisciplinar do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor da SEC serão realizadas.

Foto: Divulgação

Governo do Estado sanciona lei que institui o Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira

O governador Rui Costa sancionou, nesta sexta-feira (27), a Lei nº 14.359, que institui o Programa Baiano de Educação Integral Anísio Teixeira. A iniciativa tem o objetivo, através da ampliação da jornada escolar, elevar os níveis de aprendizagem e fortalecer o desenvolvimento humano e social dos estudantes da rede estadual, por meio de ações que propiciem a diversificação do universo de experiências educativas articuladas com as áreas do conhecimento.
>> Acesse a Lei nº 14.359 (https://bit.ly/3jnBRDG)
A lei garante o aumento da oferta do ensino na modalidade Tempo Integral e estabelece, entre outras ações, a criação da Rede Colaborativa de Aprendizagens como um espaço de disseminação, compartilhamento e troca de experiências, visando a melhoria dos indicadores de qualidade das unidades escolares com tempo estendido. “A nossa meta é atender a mais de 25% da rede com esse modelo de oferta, garantindo à juventude uma série de oportunidades que envolvem esporte, educação científica, artes e cultura. A meta é de que essa ampliação ocorra até 2026, mas, diante dos investimentos que o governo do Estado vem fazendo na Educação, entendemos que o ano de 2022 será importante para avançarmos significativamente na redução desse prazo”, destacou Marcius Gomes, coordenador executivo de Programas e Projetos Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado (SEC).
A intenção é que, por meio da Educação Integral, as diferentes linguagens façam parte do processo formativo do estudante e com impacto em indicadores importantes para o Estado no que se refere ao processo educacional. “O estudante tem maior tempo dentro da unidade escolar com outras experiências e a ideia do tempo integral, além da ampliação da jornada, é também garantir que outras oportunidades e possibilidades de aprendizagem estimulem os estudantes no processo do conhecimento. Pesquisas internacionais apontam que estudantes que convivem no ambiente escolar por maior tempo também têm os melhores indicadores educacionais”, concluiu Marcius Gomes.
Educação Integral – A Secretaria da Educação do Estado iniciou a implantação da Educação Integral em 2014. A Bahia conta com 208 unidades escolares em Tempo Integral na rede de ensino. Destas, 35 estão localizadas na capital baiana e 173, no interior do Estado. A Educação Integral alcança 37.322 estudantes em escolas estaduais de 149 municípios. Entre 2014 e 2021, foi registrado um avanço de 252% no número de unidades de ensino que oferecem esse modelo de educação, já que no primeiro ano de implantação havia 59 escolas nesta modalidade.

Foto: Josenildo Almeida – ASCOM/SECBA

SEC realiza inscrições para e-book Destaque Paulo Freire sobre boas práticas nas escolas

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) está mobilizando as escolas da rede estadual de ensino para submeterem relatos de experiências exitosas que irão compor o volume 2 do e-book intitulado “Destaque Paulo Freire: inventário de boas práticas”. A iniciativa é fruto do Painel de Monitoramento, ação realizada pela SEC ao longo do ano letivo, em colaboração com os Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), que visa acompanhar e analisar os processos de gestão pedagógica nas escolas a fim de aprimorá-los.
Para a submissão do relato de experiência, a escola deverá fazer a inscrição no endereço https://forms.gle/wyqrojiiDFUWP1DJA e anexar o arquivo do relato de experiência em formato PDF. O tema escolhido para inspirar ações de inovação educacional e nortear o debate entre as unidades escolares é “Leitura do mundo e leitura da palavra”.
O subsecretário da Educação, Danilo Souza, falou da importância da iniciativa. “No ano Paulo Freire, a SEC quer justamente destacar as boas experiências nas unidades escolares da Bahia. A exemplo do que foi feito no ano anterior, é uma coletânea das ações que são feitas nas escolas no sentido de valorizar as boas práticas de gestão escolar. É uma tecnologia educacional importante para aprimorar o nosso desempenho e a qualidade do ensino como um todo”, destacou.
Sobre a publicação – O e-book consiste em uma coletânea de boas práticas desenvolvidas pelas escolas que promovem a inovação educacional e será lançado no mês de dezembro deste ano. A publicação, em formato digital, contará com 27 relatos de experiências selecionadas em cada um dos 27 NTEs. O primeiro e-book, intitulado “Destaque Anísio Teixeira em Gestão Escolar, foi lançado em fevereiro deste ano, durante a abertura da segunda etapa do Painel de Monitoramento 2021, e pode ser acessado no endereço https://bit.ly/37TWlgx.

Foto:  Instituo Paulo Freire

Educadores nomeados em concurso da Educação falam da expectativa de atuar no magistério público

Os 312 professores e coordenadores pedagógicos padrão P, grau III, 40 horas semanais, aprovados no concurso público lançado em 2017 e recém-nomeados, já estão na expectativa de tomar posse e começar a atuar na carreira do magistério público estadual. A previsão é que os educadores assumam as suas respectivas funções no mês de setembro, em escolas localizadas nas diferentes regiões da Bahia.
O professor de História, Epaminondas Alves, de São José da Vitória, não esconde a satisfação em atuar como profissional efetivo após ter tido experiência na rede estadual, através de serviço temporário. “O sonho de todo educador é trabalhar em uma rede educacional que lhe possibilite crescimento profissional e condições de trabalho. Com a posse na rede estadual como professor de História, realizo este sonho”.
Para a coordenadora pedagógica Laiana Queiroz, de Jequié, este concurso é a realização de um grande sonho. “Me especializei em Gestão e Organização Escolar, visando contribuir com a educação pública. A minha expectativa é ser mediadora entre educadores e alunos, promovendo o desenvolvimento do ambiente escolar, buscando avançar no processo de ensino e aprendizagem”, destacou.
A professora de Matemática, Keila Marques, de Vitória da Conquista, disse que não vê a hora de atuar na rede estadual. “Vejo a educação como o melhor meio de minimizar a desigualdade social. Espero contribuir da melhor maneira para o crescimento dos jovens e adultos com os quais irei trabalhar”, salientou.
A também professora de História, Leidiane de Lima, de Mirangaba, disse que há muito tempo alimentava o sonho de ter um cargo efetivo como professora do Estado. “Quando surgiu a oportunidade de fazer o concurso, em 2017, acreditei em mim, pois sabia que seria uma oportunidade de realizar meu sonho. Encaro a volta ao ensino presencial de forma híbrida como um desafio a ser encarado com responsabilidade, dedicação e amor”, comentou.
Convocações – O governo do Estado ainda convocou 214 professores da Educação Profissional e Tecnológica do Estado, 63 professores indígenas e cinco técnicos de nível superior, selecionados pelo Regimento especial de Direito Administração (REDA). Os aprovados devem enviar os documentos digitalizados para o endereço ingressocpm.sec@enova.educacao.ba.gov.br e comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTEs), munidos da documentação em original e fotocópia listada nos respectivos editais. O prazo é até esta quarta-feira, 11 de agosto, para os profissionais da Educação Profissional e Tecnológica e até 20 de agosto para as demais categorias convocadas.

Foto: Divulgação