Cetep Bacia do Jacuípe de Ipirá promove o II Seminário de Enfermagem

SEM enf ctbjIV

Hoje 15/03, pela manhã, aconteceu no Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) Bacia do Jacuípe em Ipirá o II Seminário de Enfermagem. Vários grupos de alunos apresentaram as suas experiências práticas nos estágios que realizaram em Unidades de Saúde do município.

SEM enf ctbjVII

Contando com a presença de alunos, professores e preceptores, os alunos fizeram relatos das diversas situações que encontraram, como se comportaram, as patologias verificadas nos pacientes, as dificuldades e a importância do trabalho em equipe.

Segundo a vice-diretora do Mundo do Trabalho Dilma Célia de Oliveira “é muito importante esses momentos que estamos compartilhando com os alunos novos que estão chegando agora no curso de enfermagem, as experiências dos alunos que já estão em fase de estágio, a importância da dedicação e dos estudos na realização das atividades práticas com responsabilidade e conhecimento para oferecer serviços de qualidade e humanizado por parte desses futuros profissionais de saúde formados pelo CETEP”.

No final do seminário houve uma avaliação do público presentes sobre as atividades do estágio com o olhar do próprio seminário, visto de forma positiva e mais proveitoso do que o ocorrido anteriormente.

SEM enf ctbjII

SEM enf ctbjVI

SEM enf ctbjV

SEM enf ctbjIII

SEM enf ctbjI

I Encontro Literário do Colégio Estadual Felipe Cassiano aconteceu com lançamento de livro

Fotos FC 0319III

Ontem, dia 12/03, aconteceu o I Encontro Literário do Clube de Leitura Livre-se, projeto do Colégio Estadual Felipe Cassiano, coordenado pela professora Valéria Rios. O evento foi um encontro de cultura, arte e literatura que reuniu o escritor Pablo Rios, da cidade de São José do Jacuípe, autor de Bom Vaqueiro, Bom Vaqueiro, seu terceiro livro. Além do lançamento do livro, a noite acolheu as apresentações musicais de artistas locais como o Projeto Musical de Flauta Doce do Professor Adailton e o cantor e compositor Edelmir Barreto.

Fotos FC 0319

Nessa noite festiva, a escola abriu as portas à comunidade, que participou de modo expressivo neste primeiro de muitos encontros literários que o Clube Livre-se ainda irá realizar. Este projeto de leitura existe há dois anos e busca por meio do incentivo à leitura e do acesso aos livros, motivar os alunos a tornarem-se leitores e mediadores de leitura.

Conheça mais do projeto no Instagram @livre_se_clube

Fotos FC 0319VI

Fotos FC 0319VIII

 

 

 

 

 

 

Fotos FC 0319XI

Fotos FC 0319XII

Fotos FC 0319II

 

 

 

 

 

 

Fotos FC 0319IV

Fotos FC 0319X

Fotos FC 0319V

 

 

 

 

 

 

Fotos FC 0319VII

Texto e fotos: Blog Bergue Rios notícia

Alunos dos colégios estaduais da Bacia do Jacuípe ingressam no Ensino Superior em 2019

Andreina JRP

A valorização da escola pública perpassa por diversos caminhos e um deles é o resultado que se tem quando os alunos que tiveram a sua base formativa nessas escolas ingressam no ensino superior.

Em 2019 muitos alunos que vão iniciar os seus cursos superiores são egressos dos colégios estaduais do Território da Bacia do Jacuípe.

Abaixo consta uma lista com alguns exemplos de alunos que fazem parte desse sucesso coletivo:

COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ RIBEIRO PAMPONET – Baixa Grande:

Andreina  kelen Macêdo Silva – Ciências Biológicas – ANHANGUERA

Fabiano Araújo Santana Filho – Engenharia Florestal – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Fernando Pinho Rios – Administração – UNOPAR

Fredson Nascimento Santa Bárbara – História – UNEB

Jamerson Silva de Oliveira – Física – UNEB

Queila Alcântara Silva – Química – UNEB

Vitória Bastos Nepomoceno – Química – UNEB

COLÉGIO ESTADUAL DE BAIXA GRANDE – Baixa Grande:

Alice do Carmo Sousa – Letras – UEFS/Nutrição – FTC/Psicologia e Nutrição – UNIFACS

Amanda Oliveira Bastos – Farmácia – UFBA

David de Jesus Campos Oliveira – Arquitetura e Urbanismo – UNEF

Debora Teixeira de Oliveira – Fisioterapia – Faculdade Nobre – FAN

Esther Almeida Araújo Oliveira – Bacharelado em Direito – UNIFACS/Engenharia Civil – Faculdade Delta

Éveni Santana de Almeida – Odontologia – UNEF

Fernando Oliveira Alves Campos – Engenharia Mecânica – UNIFACS

Gabriel dos Reis Machado Souza – Engenharia Mecânica – UNIFACS

Guilherme Pamponet Kuhn P. Filho – Direito – FAN

João Pedro Santos Borges Queiroz – Enfermagem e Medicina Veterinária – FAT/Odontologia – FTC/Enfermagem – UNIFACS

Luciano Reis de Oliveira Silva – Engenharia Civil – UEFS

Nathália da Silva Borges Rios – Farmácia – UNEF

Tiago Suzart Souza Oliveira – Arquitetura e Urbanismo – UNIFACS

COLÉGIO ESTADUAL EDNA MOREIRIA PINTO DALTRO – Capim Grosso:

Alexia Lima Rodrigues – Letras com Inglês – UNEB

Aline dos Santos Oliveira – Pedagogia – UNIP SP

Arthur Jorge de Santana Silva – Direito – UNINASSAU/Terapia Ocupacional – UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

Camila Leão Gomes - Ciências Biológicas – UNEB

Camila Nunes de Souza - Enfermagem – Faculdade Santíssimo Sacramento

Elaine da Silva Gonçalves – Educação Física – UNOPAR

Emily Santos da Silva – Letras com Espanhol – UPE

Gilvania  de Souza Pinheiro  – Ciências Sociais – UNIVASF

Guilherme de Oliveira Gois – Filosofia – PUC–PR

Jaqueline Santos de Souza – Enfermagem – FALCULDADE REGIONAL DA BAHIA e AGES

Jaqueline Silva – Farmácia – AGES

Kate Evelyn Sousa Oliveira – Ciências Contábeis – FCG

Larissa Silva dos Santos – Engenharia Petróleo e Gás – UNIJORGE

Matheus Silva Xavier – Matemática – UEFS

Rafaele Reis Archanjo – História – UNEB

CETEP BACIA DO JACUÍPE – Ipirá:

Maiara de Oliveira Moreira – Sistema de Informação – UNEB

Marine Costa Gonçalves – Geografia – UEFS

Vagner Silva Santos – Serviço Social – UNIASSELVI

COLÉGIO ESTADUAL DE QUIXABEIRA – Quixabeira:

Camila Martins Novaes – Fisioterapia – UNEB

Daniel Gonçalves de Oliveira Neto – História – UNEB

Jaconias Gonçalves Vieira – Letras – UNEB

João Eudes Lima Freitas – Artes Cênicas – UFBA

Milena Soares de Oliveira – Filosofia – UNEB

Soraia Novaes dos Santos – Inglês – UNEB

Stefane Sousa Silva – Medicina Veterinária – UNEB

Ueslei Oliveira Silva – História – UNEB

Valeria Pereira de Sousa – Farmácia – AGES

Vitoria Daniele Santana dos Santos – Nutrição – FTC

COLEGIO ESTADUAL PROFESSOR DÍDIMO MASCARENHAS RIOS – Riachão do Jacuípe:

Mariana Oliveira dos Santos Freitas – História – UNEB/Matemática – UEFS

CETEP BACIA DO JACUÍPE II JOÃO CAMPOS – Riachão do Jacuípe:

Everson Cairo Oliveira Carneiro – Administração – UNEF

Roberta da Mata Silva – Letras – UNEB

Sandy Luciele Carneiro de Oliveira – Pedagogia – UFRB

COLÉGIO ESTADUAL NOSSA SENHORA DE LOURDES – Serra Preta:

Antonio Felipe de Jesus Moreira – Engenharia de Computação – UEFS

Diana Freitas Andrade – Arquitetura e Urbanismo – UFBA

Jeferson Jhone Carvalho Pedreira – Licenciatura em Química – UEFS

COLÉGIO ESTADUAL FELIPE CASSIANO – Várzea do Poço:

Alice Silva Araujo – Letras – UNEB

Leandra Lima Santos – Letras – UNEB

Natalia Silva Lima – Letras – UNEB

O Núcleo Territorial de Educação da Bacia do Jacuípe (NTE 15) parabeniza todos os alunos, pais, professores e comunidade escolar que contribuíram para esse acontecimento tão honroso, inclusive aos colégios e alunos que não foram citados aqui e que tiveram alunos que ingressaram no Ensino Superior em 2019.

Queila JRP

Fernanda JRP

Antonio Felipe

Mariana Dídimo

Fernando JRP

Diana

Jameson Jose Ribeiro

Colégios Estaduais do Território da Bacia do Jacuípe finalizam hoje a Semana Pedagógica 2019

jpft01

A jornada pedagógica nos colégios estaduais do território da Bacia do Jacuípe, teve o seu início na última segunda feira dia 04/02, perpassou por toda essa semana e será finalizada hoje dia 08/02 na preparação do primeiro semestre do ano letivo de 2019.

Acontecendo desde 2017 em dois momentos, a jornada pedagógica 2019 contou com a participação coletiva de professores, gestores, coordenadores pedagógicos, segmentos de pais e alunos (colegiado escolar e líderes de classe), juntamente com as equipes de apoio e administrativo no planejamento baseado no tema “Pilares para a garantia do direito de aprender: currículo, formação, acompanhamento e avaliação”.

Durante os cinco dias de encontro, os participantes discutiram ações e atividades, bem como avaliaram o conteúdo e as estratégias de articulação entre os projetos e o currículo escolar, tendo em vista a melhoria da aprendizagem.

Segundo Maria do Rosário de Almeida, diretora do CETEP II João Campos em Riachão do Jacuípe, alguns pontos foram muito positivos nessa semana pedagógica de 2019: a chegada do coordenador pedagógico para o desenvolvimento das atividades da jornada com a expectativa de um ganho qualitativo nas ações pedagógicas durante todo o ano, “a organização da estrutura da jornada, a participação maciça da comunidade escolar do CETEP II, tudo acontecendo de forma leve e muito produtiva, nos meus 10 anos a frente da direção posso afirmar com toda a certeza que essa tem sido a melhor jornada de todas”.

jpftci09

A programação da Semana Pedagógica incluiu: apresentação sobre o Novo Ensino Médio; linha do tempo “Escuta Inspiracional à elaboração do Currículo Bahia”; apresentação dialogada para saber como fica o planejamento da unidade escolar a partir das orientações gerais do Currículo Bahia e, também, referente às orientações pedagógicas para o acompanhamento da aprendizagem dos estudantes. Outros destaques foram oficinas sobre temas como Refletindo sobre competências e habilidades; Refletindo sobre aprendizagem contextualizada no século XXI; Avaliação da aprendizagem; Trajetórias de sucesso escolar; e Análise situacional através de matriz swot.

jpftnp06

“Embora não tenha participado da organização da jornada em tempo hábil para ministrá-la, gostei muito das experiências partilhadas durante esse momento de formação, pude conhecer um pouco da equipe e o cotidiano escolar e espero contribuir ainda mais para o sucesso do Colégio Maria Evangelina Lima Santos que me acolheu tão bem”. Palavras de Rafaela Santos da Cruz recentemente empossada como coordenadora pedagógica em Ipirá.

A segunda etapa da jornada pedagógica está prevista para acontecer no dia 27 de julho quando será planejado o segundo semestre do ano letivo de 2019 em todas as Unidades Escolares da rede estadual de ensino do Estado da Bahia.

jpftcti04

jpftva08

quixabeira-vr14

jpft03

jpftvr05

jpftnf007

jpftnf02

Rui anuncia nomeação de professores aprovados em concurso e tabela de pagamento dos servidores do Estado

Foto Diego MascarenhasO governador Rui Costa anunciou, nesta quinta-feira (10), em entrevista ao programa Bahia Meio Dia, da Rede Bahia, que será publicado nesta sexta-feira (11), no Diário Oficial do Estado, o calendário anual de pagamento dos servidores ativos, pensionistas e aposentados das administrações direta e indireta para o ano de 2019, mantendo as datas de crédito sempre dentro do mês trabalhado.

Durante a entrevista, o governador também anunciou que na próxima quarta-feira (16) será publicada no Diário Oficial a nomeação dos professores aprovados no concurso público realizado em 2018 para assumirem seus cargos. Segundo Rui, os novos professores e coordenadores pedagógicos irão atuar nos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), espalhados por Salvador e outros 26 municípios da Bahia.

Rui destacou, ainda, que a publicação da tabela anual de pagamento do servidor e o seu rigoroso cumprimento pelo Estado, assim como ocorreu em 2018, assegura que os servidores públicos baianos possam organizar a sua vida financeira, o que não tem acontecido com o funcionalismo de outras unidades da federação, que atrasam e até mesmo parcelam as suas folhas de pagamento. Não é raro, entre estados vizinhos, que o pagamento de um mês trabalhado só ocorra na segunda quinzena do mês seguinte.

tabelaa

A tabela de pagamento do servidor público poderá ser consultada por meio do Portal do Servidor, mas de posse de qualquer calendário é fácil identificar a data do pagamento, já que este sempre ocorre no último dia útil de cada mês. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), o Governo desembolsa por mês mais de R$ 1,6 bilhão com o pagamento da folha, para aproximadamente 274 mil beneficiários, entre ativos, aposentados e pensionistas. Segue, abaixo, a tabela completa.

IV Encontro Territorial de Arte e Cultura Estudantil

IPIRÁ-NOTICIAS-VR14 (199)Nos dias 11 e 12 de dezembro de 2018, o NTE 15 realizou o IV Encontro Territorial de Arte e Cultura Estudantil.  Estudantes das Unidades Escolares Estaduais da Bacia do Jacuípe apresentaram suas produções de vídeo, dança, fotografia, música, literatura e artes visuais, primando pela diversidade de abordagens e engajamento da juventude em temáticas da atualidade.

Confira aqui a CLASSIFICAÇÃO_FINAL, com os vencedores de cada projeto.

E aqui no site do VR14 toda a cobertura fotográfica: http://www.vr14.com.br/2018/12/iv-encontro-territorial-de-arte-e.html

Colégio Estadual Maria Evangelina promoveu o projeto Ipirá: culturas, saberes e sabores.

Eva 19 06 II

Com o objetivo de resgatar, valorizar, conhecer a cultura ipiraense em toda sua diversidade e fortalecer sua identidade foram desenvolvidas uma série pesquisas e atividades durante toda a primeira e início da segunda unidade. Envolvendo os funcionários, gestores, professores e alunos o resultado foi exposto na culminância do projeto interdisciplinar Ipirá: culturas, saberes e sabores nos dias 14 e 15 de junho no Colégio Estadual Maria Evangelina Lima Santos.

A abertura no dia 14 aconteceu um sarau de em homenagem aos artistas ipiraenses que se fizeram presentes e durante todo o dia 15 com a exposição de trabalhos confeccionados pelos alunos e várias apresentações dos mesmos.

Eva 19 06

Entre março e junho os alunos se dedicaram a pesquisar os vários aspectos da cultura da cultura local. Na fala da diretora, a professora Liana Macedo, o projeto “teve como finalidade mostrar aos alunos do Ensino Médio a importância da cultura ipiraense, as diferenças culturais que existem entre as pessoas como linguagens, danças, vestimentas e tradições bem como a forma com que as sociedades se organizam, conforme sua concepção moral, religiosa, econômica e a forma como elas interagem entre si”.

Ainda segundo a pró Liana, “A culminância deste projeto foi muito enriquecedora, pois nos trouxe uma experiência maravilhosa como o fortalecimento do sentimento de pertencimento, a troca de conhecimento, experiência e integração com toda a comunidade”.

EvaV

A construção do projeto foi realizada em etapas, tais como: entrevistas, pesquisas metodológicas, aulas contextualizadas e apresentação de resultados. Na culminância pode ser mostrada a variedades das pesquisas e estudos realizados, a feira de Ipirá uma tradição de anos; o couro, principal fonte de renda da população desde anos atrás até os tempos atuais.

Houve apresentações de artistas da cidade, presença do escritor Dilemar Costa, de pessoas que saíram de Ipirá para o exterior, com a presença de uma benzedeira.

EvaIV

As apresentações de artistas locais, recital de poetas da cidade, stand’s e outras vastas exposições que a história, a cultura e o cotidiano de Ipirá foi retratado. A participação popular e escolar foi destaque, fazendo do projeto um marco na história do colégio. “Almejamos assim, através deste evento, a perpetuação e a edificação das riquezas e matrizes municipais”, ratificou a professora Emanuelle Evangelista.

Alguns depoimentos confirmam a importância da realização do projeto por parte dos alunos: “Muito grata a Deus pela força, aos que se fizeram presentes, aos alunos pelo empenho e aos entrevistados que tiveram toda a boa vontade de nos ajudar!” – “Experiência maravilhosa de integração e compromisso. Conheci histórias do meu município que desconhecia”.

Eva 19 06 III

O sucesso do projeto interdisciplinar se deu principalmente pela valiosa troca de saberes e experiências vivenciadas por todos nesse momento de aprendizado.

* Fotos e texto(adaptado): Colégio Maria Evangelina Lima Santos.

Colégio Estadual Felipe Cassiano comemora o primeiro ano do Clube de Leitura em Várzea do Poço

IMG-20180614-WA0037

O primeiro aniversário do Clube de Leitura “Livre-se”, do Colégio Estadual Felipe Cassiano, em Várzea do Poço (a 337 km de Salvador), foi comemorado nesta quinta-feira (14), com o Café Literário, que contou com a participação de toda a comunidade escolar. Com o objetivo de estimular a prática da leitura entre os estudantes da unidade, o clube funciona no espaço da biblioteca da escola e é coordenado pelos próprios alunos, que se reversam nos turnos opostos às suas aulas. Passado um ano de atividades, eles comemoram o aumento significativo do número de leitores no colégio.

A estudante Sara Silva, 16, 2º ano, conta que já gostava de ler mesmo antes da criação do clube, mas a iniciativa trouxe algo a mais para a sua vida. “Ao mergulhar mais profundamente no mundo da leitura, ganhei não só conhecimento, como também me tornei uma pessoa melhor, quebrei barreiras e me emocionei com muitos romances”, declara a aluna, que lê uma média de quatro livros ao mês.

CLVP1

O ex-aluno do colégio, o hoje estudante do curso universitário de Letras com Inglês, Fernando de Jesus, 17, fala do seu orgulho de ter sido um dos fundadores do clube. “Concluí a Educação Básica, mas continuo acompanhando o trabalho que é feito, visando o estímulo à leitura por meio de um espaço cuja ideia nasceu da necessidade de compartilharmos as nossas experiências literárias, dialogarmos sobre as obras que líamos. O incrível é que o resultado da iniciativa de criar o clube de leitura está sendo muito positivo. Muitos começaram a ler após a abertura do espaço e outros, que já liam, multiplicaram o seu gosto pela leitura. Isso é transformador”.

A professora de IMG-20180614-WA0035Língua Portuguesa e de Literatura, Valéria Alves, uma das incentivadoras e criadoras do Livre-se, fala sobre a proposta de fomentar a prática da leitura na escola. “O clube veio a fortalecer a nossa biblioteca escolar que, até então, estava sem uso. A partir da iniciativa de criar um clube de leitura livre, ao gosto do interesse público adolescente do Ensino Médio, tivemos a reabertura da biblioteca, que passou a ser um ambiente vivo com a presença dos estudantes”, destacou. A educadora disse, ainda, que para fortalecer o projeto foram feitas campanhas de arrecadação de livros e, hoje, a biblioteca ganhou mais de 200 títulos, aumentando o seu acervo para cerca de 1.200 títulos. “A cada mês os alunos assumem o papel de mediadores e compartilham suas leituras com seus pares, indicando livros e dividindo suas experiências com a literatura.Para se ter uma ideia, nossa escola tem cerca de 281 alunos e destes, 180 estão cadastrados no clube de leitura”.

 A importância da criação do clube de leitura nos colégios da rede foi destacada pela coordenadora de Ensino Médio da Secretaria da Educação do Estado da BahiaTereza Farias. “A criação de clubes de leitura se constitui como uma importante estratégia para facilitar e potencializar as habilidades dos estudantes, tanto no campo das linguagens como nas demais áreas do conhecimento. Desse modo, a comemoração de um ano do Clube de Leitura Livre-se, do Colégio Estadual Felipe Cassiano, é uma iniciativa de extrema importância no Território da Bacia do Jacuípe que conta com o apoio da Secretaria da Educação, por meio da Diretoria do Ensino Médio, entendendo que a linguagem é a porta de entrada para a ampliação da compreensão em todos os campos de saberes, dentro de um processo de reformulação curricular do Ensino Médio, com aprofundamento no campo de Linguagens”.

* Texto Ascom Educação.

WhatsApp Image 2018-06-14 at 12.08.04

IMG-20180614-WA0034

Encontro de Líderes de Classe aconteceu em Pintadas

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN12

Nesta segunda-feira (11), o Colégio Estadual Normal de Pintadas sediou o primeiro encontro de líderes de turma do Território Bacia do Jacuípe no ano 2018, o evento aconteceu no auditório do colégio Estadual Normal de Pintadas e contou com a presença de professores e líderes de turma de várias cidades do território.

ENCONTRO-TERRITORIAL-pin22

O encontro tem como objetivo inserir os alunos nas discussões que visam melhorias para toda escola, seja na parte estruturante como também no modo de diversificar o ensino e contou com a participação de lideranças estudantis das 27 unidades escolares que formam o território da Bacia do Jacuípe.  O espaço de debate e troca de experiências acontecia apenas uma vez no ano, mas por iniciativa dos alunos, que na edição passada demonstraram o desejo de ter o encontro mais vezes agora serão realizados duas vezes no ano.

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN20

Durante as atividades, foram feitas explanações por parte de professores e principalmente alunos. Foram realizadas três oficinas: Gestão Escolar Democrática, estudante no debate; Enfrentamento ao Bullying e combate ao racismo e Projetos de Escola, Projetos de vida. O evento teve dança, música, coral,  apresentações com temáticas diferentes que demonstraram e valorizaram o poder do protagonismo juvenil e a importância do papel dos líderes estudantis no contexto escolar como um todo.

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN3

No final, fechando o encontro, foram feitos vários depoimentos dos alunos sobre as suas experiências vividas e de valorização do espaço escolar que emocionou a todos os presentes e dando um gostinho de quero mais, o que gerou uma expectativa promissora para os próximos encontros.

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN18

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN21

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN14

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN17

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN11

ENCONTRO-TERRITORIAL-pin7

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN4

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN16

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN6

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN10

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN1

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN5

 

 

 

 

 

 

 

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN8

ENCONTRO-TERRITORIAL-PIN

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: VR 14 e Thiara Pedreira. Texto adaptado: VR 14

Começou o Virtual Educa Bahia 2018 um dos maiores encontros mundiais voltados para a Educação

pinheiro_virtualED1

 

Começou ontem (4), o XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação que, pela primeira vez, será sediado na Bahia. A abertura oficial foi no Teatro Castro Alves (TCA), com as presenças do governador Rui Costa, do secretário da Educação, Walter Pinheiro, do secretário geral do Virtual Educa, José Maria Anton, e demais autoridades. De terça (5) a sexta-feira (8), o Encontro será realizado no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado (ICEIA), que foi completamente reformado. Com o tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”, o Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, do Caribe e da África.

O Virtual Educa Bahia 2018  promoverá o debate de ações e experiências bem-sucedidas em Educação, envolvendo tecnologias e conteúdos digitais, diversidade, crescimento econômico e políticas públicas. Paralelamente, o evento envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul”, voltado para representantes governamentais e de instituições nacionais e internacionais. A programação constará de apresentações de trabalhos acadêmicos de educadores, estudantes e professores e profissionais da Educação, além de palestras de escritores e pesquisadores brasileiros e estrangeiros, envolvendo a temática da Edu­cação no sé­culo XXI e sua in­ter­face com a in­clusão, a di­ver­si­dade, o meio am­bi­ente, a ino­vação, a tec­no­logia e a for­mação do­cente.

 O secretário da Educação Walter Pinheiro ressalta a amplitude do encontro. “É um en­contro para de­bater, co­nhecer e com­par­ti­lhar ex­pe­ri­ên­cias. A partir daí te­remos con­di­ções de tri­lhar novos ca­mi­nhos. É por isso, também, que iremos re­a­lizar o en­contro no an­tigo ICEIA, que está sendo trans­for­mado em um novo es­paço, re­pa­gi­nado para esse novo tempo. Es­pero que, a partir de agora, pos­samos re­a­lizar todos os eventos da Edu­cação no local. O Vir­tual Educa ser­virá, ainda, para que pos­samos fazer lei­tura dessas trans­for­ma­ções pe­da­gó­gicas que es­tamos im­ple­men­tando na rede es­ta­dual de en­sino”.

Fóruns de Educação – Dentro da programação do Virtual Educa, destaque para os seis fóruns que serão realizados, tendo à frente renomados professores, escritores e pesquisadores ligados à Educação, nas mais diferentes áreas do conhecimento. Serão eles: Fórum de Desenvolvimento Tecnológico; Fórum de Inclusão, Avaliação e Qualidade; Fórum de Educadores para a Era Digital; Fórum de Educação Superior, Inovação e Internacionalização; Fórum Formação ao Largo da Vida; e Fórum de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Cada fórum promoverá de três a quatro conferências e apresentará uma média de 45 trabalhos de pesquisa, voltados ao tema geral do evento.

Protagonismo estudantil - Durante o evento, será realizada a 7ª edição da Feira de Ci­ên­cias, Em­pre­en­de­do­rismo e Ino­vação da Bahia (FE­CIBA), com apresentação de 240 projetos desenvolvidos nas escolas no âmbito do projeto Ciência na Escola. Os estudantes da Educação Profissional e Tecnológica. Projetos voltados à Educação Empreendedora, que incluem intervenções e tecnologias sociais, de baixo custo e de grande alcance social, também estão entre os destaques da programação. Em 25 estandes serão expostos projetos desenvolvidos por estudantes dos cursos técnicos de nível médio e de cursos de qualificação profissional da rede estadual, que irão apresentar o resultado de ações pedagógicas visando à formação profissional para uma inserção cidadã no mundo do trabalho ou para o empreendedorismo. Também foi montada uma cozinha experimental, para que os visitantes possam participar de palestras sobre temas diversos como segurança no ambiente doméstico e até degustar produtos feitos à base da Agricultura Familiar.

 Já os Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC), de Salvador, Itabuna, Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim e Barreiras, irão apresentar projetos, mostras, workshops, e bate-papos, sobre as atividades complementares desenvolvidas. Entre as iniciativas estão temas como robótica, criação de música a partir do computador, a reciclagem como prática pedagógica, ciência, empreendedorismo e desenvolvimento de games. A participação do CJCC no encontro envolverá mais de 20 atividades. Experiências de alfabetização do programa Todos pela Alfabetização (TOPA) também serão apresentadas e incluem uma palestra com o presidente de honra do Instituto Paulo Freire, Moacir Gadotti, em celebração aos 50 anos da Pedagogia do Oprimido, do educador Paulo Freire.

Conferências - A pro­gra­mação também in­clui con­fe­rên­cias que con­tarão com as pre­senças do go­ver­nador Rui Costa e do se­cre­tário da Edu­cação Walter Pi­nheiro. Dentre os con­fe­ren­cistas estão Ch­ris­tian Mi­randa, U.C. Chile, que abordará o tema “El si­len­cioso aban­dono de la for­ma­ción in­te­gral del edu­cador del siglo XXI”; João Salles, da Universidade Federal da Bahia, falando sobre “UFBA e o en­sino do sé­culo XXI”; e re­pre­sen­tantes da Fundo das Nações Unidas para a Infância/Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, que es­tarão na con­fe­rência “Pro­gramas de apoio a Edu­cação na par­ceria UNICEF/ BNDES”.

Saiba mais sobre o Virtual Educa Bahia 2018: www.educacao.ba.gov.br

 Foto: Ilustração/ Divulgação