Começou o Virtual Educa Bahia 2018 um dos maiores encontros mundiais voltados para a Educação

pinheiro_virtualED1

 

Começou ontem (4), o XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação que, pela primeira vez, será sediado na Bahia. A abertura oficial foi no Teatro Castro Alves (TCA), com as presenças do governador Rui Costa, do secretário da Educação, Walter Pinheiro, do secretário geral do Virtual Educa, José Maria Anton, e demais autoridades. De terça (5) a sexta-feira (8), o Encontro será realizado no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado (ICEIA), que foi completamente reformado. Com o tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”, o Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, do Caribe e da África.

O Virtual Educa Bahia 2018  promoverá o debate de ações e experiências bem-sucedidas em Educação, envolvendo tecnologias e conteúdos digitais, diversidade, crescimento econômico e políticas públicas. Paralelamente, o evento envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul”, voltado para representantes governamentais e de instituições nacionais e internacionais. A programação constará de apresentações de trabalhos acadêmicos de educadores, estudantes e professores e profissionais da Educação, além de palestras de escritores e pesquisadores brasileiros e estrangeiros, envolvendo a temática da Edu­cação no sé­culo XXI e sua in­ter­face com a in­clusão, a di­ver­si­dade, o meio am­bi­ente, a ino­vação, a tec­no­logia e a for­mação do­cente.

 O secretário da Educação Walter Pinheiro ressalta a amplitude do encontro. “É um en­contro para de­bater, co­nhecer e com­par­ti­lhar ex­pe­ri­ên­cias. A partir daí te­remos con­di­ções de tri­lhar novos ca­mi­nhos. É por isso, também, que iremos re­a­lizar o en­contro no an­tigo ICEIA, que está sendo trans­for­mado em um novo es­paço, re­pa­gi­nado para esse novo tempo. Es­pero que, a partir de agora, pos­samos re­a­lizar todos os eventos da Edu­cação no local. O Vir­tual Educa ser­virá, ainda, para que pos­samos fazer lei­tura dessas trans­for­ma­ções pe­da­gó­gicas que es­tamos im­ple­men­tando na rede es­ta­dual de en­sino”.

Fóruns de Educação – Dentro da programação do Virtual Educa, destaque para os seis fóruns que serão realizados, tendo à frente renomados professores, escritores e pesquisadores ligados à Educação, nas mais diferentes áreas do conhecimento. Serão eles: Fórum de Desenvolvimento Tecnológico; Fórum de Inclusão, Avaliação e Qualidade; Fórum de Educadores para a Era Digital; Fórum de Educação Superior, Inovação e Internacionalização; Fórum Formação ao Largo da Vida; e Fórum de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Cada fórum promoverá de três a quatro conferências e apresentará uma média de 45 trabalhos de pesquisa, voltados ao tema geral do evento.

Protagonismo estudantil - Durante o evento, será realizada a 7ª edição da Feira de Ci­ên­cias, Em­pre­en­de­do­rismo e Ino­vação da Bahia (FE­CIBA), com apresentação de 240 projetos desenvolvidos nas escolas no âmbito do projeto Ciência na Escola. Os estudantes da Educação Profissional e Tecnológica. Projetos voltados à Educação Empreendedora, que incluem intervenções e tecnologias sociais, de baixo custo e de grande alcance social, também estão entre os destaques da programação. Em 25 estandes serão expostos projetos desenvolvidos por estudantes dos cursos técnicos de nível médio e de cursos de qualificação profissional da rede estadual, que irão apresentar o resultado de ações pedagógicas visando à formação profissional para uma inserção cidadã no mundo do trabalho ou para o empreendedorismo. Também foi montada uma cozinha experimental, para que os visitantes possam participar de palestras sobre temas diversos como segurança no ambiente doméstico e até degustar produtos feitos à base da Agricultura Familiar.

 Já os Centros Juvenis de Ciência e Cultura (CJCC), de Salvador, Itabuna, Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim e Barreiras, irão apresentar projetos, mostras, workshops, e bate-papos, sobre as atividades complementares desenvolvidas. Entre as iniciativas estão temas como robótica, criação de música a partir do computador, a reciclagem como prática pedagógica, ciência, empreendedorismo e desenvolvimento de games. A participação do CJCC no encontro envolverá mais de 20 atividades. Experiências de alfabetização do programa Todos pela Alfabetização (TOPA) também serão apresentadas e incluem uma palestra com o presidente de honra do Instituto Paulo Freire, Moacir Gadotti, em celebração aos 50 anos da Pedagogia do Oprimido, do educador Paulo Freire.

Conferências - A pro­gra­mação também in­clui con­fe­rên­cias que con­tarão com as pre­senças do go­ver­nador Rui Costa e do se­cre­tário da Edu­cação Walter Pi­nheiro. Dentre os con­fe­ren­cistas estão Ch­ris­tian Mi­randa, U.C. Chile, que abordará o tema “El si­len­cioso aban­dono de la for­ma­ción in­te­gral del edu­cador del siglo XXI”; João Salles, da Universidade Federal da Bahia, falando sobre “UFBA e o en­sino do sé­culo XXI”; e re­pre­sen­tantes da Fundo das Nações Unidas para a Infância/Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, que es­tarão na con­fe­rência “Pro­gramas de apoio a Edu­cação na par­ceria UNICEF/ BNDES”.

Saiba mais sobre o Virtual Educa Bahia 2018: www.educacao.ba.gov.br

 Foto: Ilustração/ Divulgação