Colégio Estadual Felipe Cassiano comemora o primeiro ano do Clube de Leitura em Várzea do Poço

IMG-20180614-WA0037

O primeiro aniversário do Clube de Leitura “Livre-se”, do Colégio Estadual Felipe Cassiano, em Várzea do Poço (a 337 km de Salvador), foi comemorado nesta quinta-feira (14), com o Café Literário, que contou com a participação de toda a comunidade escolar. Com o objetivo de estimular a prática da leitura entre os estudantes da unidade, o clube funciona no espaço da biblioteca da escola e é coordenado pelos próprios alunos, que se reversam nos turnos opostos às suas aulas. Passado um ano de atividades, eles comemoram o aumento significativo do número de leitores no colégio.

A estudante Sara Silva, 16, 2º ano, conta que já gostava de ler mesmo antes da criação do clube, mas a iniciativa trouxe algo a mais para a sua vida. “Ao mergulhar mais profundamente no mundo da leitura, ganhei não só conhecimento, como também me tornei uma pessoa melhor, quebrei barreiras e me emocionei com muitos romances”, declara a aluna, que lê uma média de quatro livros ao mês.

CLVP1

O ex-aluno do colégio, o hoje estudante do curso universitário de Letras com Inglês, Fernando de Jesus, 17, fala do seu orgulho de ter sido um dos fundadores do clube. “Concluí a Educação Básica, mas continuo acompanhando o trabalho que é feito, visando o estímulo à leitura por meio de um espaço cuja ideia nasceu da necessidade de compartilharmos as nossas experiências literárias, dialogarmos sobre as obras que líamos. O incrível é que o resultado da iniciativa de criar o clube de leitura está sendo muito positivo. Muitos começaram a ler após a abertura do espaço e outros, que já liam, multiplicaram o seu gosto pela leitura. Isso é transformador”.

A professora de IMG-20180614-WA0035Língua Portuguesa e de Literatura, Valéria Alves, uma das incentivadoras e criadoras do Livre-se, fala sobre a proposta de fomentar a prática da leitura na escola. “O clube veio a fortalecer a nossa biblioteca escolar que, até então, estava sem uso. A partir da iniciativa de criar um clube de leitura livre, ao gosto do interesse público adolescente do Ensino Médio, tivemos a reabertura da biblioteca, que passou a ser um ambiente vivo com a presença dos estudantes”, destacou. A educadora disse, ainda, que para fortalecer o projeto foram feitas campanhas de arrecadação de livros e, hoje, a biblioteca ganhou mais de 200 títulos, aumentando o seu acervo para cerca de 1.200 títulos. “A cada mês os alunos assumem o papel de mediadores e compartilham suas leituras com seus pares, indicando livros e dividindo suas experiências com a literatura.Para se ter uma ideia, nossa escola tem cerca de 281 alunos e destes, 180 estão cadastrados no clube de leitura”.

 A importância da criação do clube de leitura nos colégios da rede foi destacada pela coordenadora de Ensino Médio da Secretaria da Educação do Estado da BahiaTereza Farias. “A criação de clubes de leitura se constitui como uma importante estratégia para facilitar e potencializar as habilidades dos estudantes, tanto no campo das linguagens como nas demais áreas do conhecimento. Desse modo, a comemoração de um ano do Clube de Leitura Livre-se, do Colégio Estadual Felipe Cassiano, é uma iniciativa de extrema importância no Território da Bacia do Jacuípe que conta com o apoio da Secretaria da Educação, por meio da Diretoria do Ensino Médio, entendendo que a linguagem é a porta de entrada para a ampliação da compreensão em todos os campos de saberes, dentro de um processo de reformulação curricular do Ensino Médio, com aprofundamento no campo de Linguagens”.

* Texto Ascom Educação.

WhatsApp Image 2018-06-14 at 12.08.04

IMG-20180614-WA0034